Amigos de Mauá Edição comemorativa
da 30a. Súmula Informativa

Súmula n# 030


 www.amigosdemaua.net - 01 de fevereiro de 2015
Envie seu comentário sobre qualquer tema abaixo para amigosdemaua.net@gmail.com, que será publicado

Prezados Amig@s,

O longo intervalo desde o lançamento da 29a. edição, em 1# de janeiro do ano passado, deveu-se aos inúmeros eventos ocorrdos nos últimos doze meses, entre os quais uma Copa do Mundo e uma eleição decisiva para o futuro do Brasil são apenas pálidos exemplos.

Também tomou muito tempo da editoria-geral de Amigos de Mauá a oportunidade que surgiu de desenvolver um projeto de gestão ecológica dos resíduos orgânicos, nossa proposta permanente há doze anos, mas que finalmente começa a ser apoiada pela prefeitura de Resende e pela APA da Mantiqueira.

Como exemplo de atividade nessa linha, o projeto de aperfeiçoamento da operação de compostagem na INB - Indústrias Nucleares do Brasil, em Engenheiro Passos (Resende, RJ), demonstrou como manejar, de forma prática e segura, 450 kg diários de resíduos orgânicos provindos da cozinha e refeitório da empresa.

De qualquer modo, esta edição de número 30 deixará registrados, para as posteridade, vários eventos ocorridos durante 2014, e as perspectivas para o ano recém iniciado. Só depende de nós mesmos... Apareça; colabore...

Cordialmente, O editor


Turismo sustentável
Prefeito de Guarapari quer barrar turistas pobres

Com a pavimentação açodada das estradas de acesso à região de Visconde de Mauá e de circulação interna - sem que a comunidade fosse devidamente preparada - ingressamos na era do turismo de massa e desqualificado, o mesmo fenômeno que vem degradando outros destinos turísticos. O maior problema não é nem a pobreza financeira, econômica, mas a indigência cultural que transforma boa parte dos visitantes em vetores de poluição visual e sonora, resíduos, congestionamentos etc. afugentando quem tem condições para escolher melhor o seu destino turístico.
Supervisitação já causa o caos e devasta as atrações turísticas de Visconde de Mauá

Como previsto, a supervisitação resultante da facilitação do acesso e agravada pelo aquecimento global e pelo aumento da frota automibilística está degradando as principais cachoeiras e trilhas, e causando problemas de trânsito, estacionamento, poluição etc.  Nem adianta dizer "tá vendo, nós bem que avisamos...", pois quem apoiou a pavimentação sem as precauções necessárias sabe bem da sua responsabilidade nesse processo degradante .
Pavimentação das rodovias RJ-163 e RJ-151
Construção do pórtico da RJ-163 continua paralisada

"Vendido" para os moradores e empresários como a principal barreira para conter a supervisitação e evitar a degradação e decadência da região, o pórtico continua sendo uma promessa vaga, por que mesmo que seja construído ninguém sabe quem iria operá-lo, quem cobraria, com base em quê, quem pagaria, quem não pagaria etc. Afora o fato de haver mais dois acessos à região, que precisariam ser também controlados: vindo de Resende, pela Serra do Eme; e vindo de Minas, de Mirantão via Ponte dos Cachorros ou Vale das Flores.
RJ-151 pavimentada negligencia o trânsito de pedestres, ciclistas e cavaleiros
 

Com a pista asfaltada já cheia de remendos e sem faixa para circulação de pedestres - intensa na região -, nem zoopassagens para a fauna silvestre - cada vez mais rara -, a RJ-151, estrada de circulação interna que liga nossas comunidades, a região perdeu um de seus atrativos turísticos, que era ir a pé até as cachoeiras perto de Maringá e Maromba, principalmente. Agora só se arriscam a caminhar na beira da rodovia padrão DER as pessoas mais humildes, que não têm opção para chegar a seus locais de trabalho. 
Acidentes sucessivos recomendam mais informação e medidas de segurança

Os diversos acidentes que ocorreram na RJ-163 e mais recentemente na RJ-151 precisam ser documentados e registrados para orientar as autoridades responsáveis a sinalizar devidamente o trajeto. Pelo contrário, a impressão que temos é que o governo se esforça por ocultar os acidentes, talvez para não reconhecer que a estrada poderia ser mais segura e bem sinalizada.  Se você tem fotos de acidentes nas estradas, por favor nos envie.
Projetos
Em 2014, CCVM apoiou as artes, a cultura, a educação ambiental e a governança local

Além das exposições realizadas em 2014, o CCVM também prosseguiu recebendo vários eventos de interesse da comunidade, como a V Semana da APA da Mantiqueira e as reuniões para formar o Conselho Gestor do Parque Estadual da Pedra Selada.  E entre suas atividades artísticas e culturais, tivemos a montagem da peça "Pluft,  O Fantasminha", pelo Grupo de Teatro local, a IV Flivima, e o Auto de Natal Comunitário
Voluntários locais, AMAR/Resende e CONAPAM implementam a compostagem na região

Em julho de 2014 foi iniciado um projeto-piloto de gestão de resíduos sólidos para estimular os moradores e comerciantes da região a transformarem seu lixo orgânico em adubo. Os resultados vêm sendo compatíveis com a proposta de reduzir significativamente o volume de resíduos encaminhados para o aterro municipal, em fase de esgotamento. No momento, o projeto foca especialmente o setor comercial, com o apoio da Mauatur.
INEA promove curso de "radioweb" ambiental e comunitária

Entre os meses de agosto e novembro, cerca de 30 moradores da região participaram nas manhãs de oito sábados no curso promovido pelo INEA para capacitar a comunidade a operar uma rádio própria através da Internet.
No final, foi formado um grupo, incluindo vários estudantes do CEAQ, dispostos a pôr em prática o que aprenderam, para ajudar a comunicação a ajudar a comunidade.

Minijornal na medida para alcançar moradores de Visconde de Mauá e Lote 10

Um dos três eixos fundamentais para a educação socioambiental - ESA - que visa à sustentabilidade das populações é, com certeza, a comunicação comunitária. Sem ter como chegar - de modo estruturado e sistemático - à grande maioria dos moradores de uma comunidade, é impossível promover a difusão das informações indispensáveis para aumentar a compreensão e modificar comportamentos. (Os outros dois eixos são o desenvolvimento da juventude local e a gestão ecológica e exemplar do nosso lixo.) O lançamento, pelos voluntários do Espaço Evoluindo, do Minijornal das vilas de Visconde de Mauá e Lote 10, vem testar um veículo mais adequado a nossa realidade.
Parque Estadual da Pedra Selada tem o seu Conselho formado

Conheça a composição do Conselho Consultivo do PEPS. Até o fechamento desta edição não foi possível obter a lista especificando os conselheiros e suplentes, nem o Regimento Interno votado na última reunião do Conselho, em 24 de novembro de 2014.
Prefeitura de Resende reforma posto de saúde e constrói creche em Visconde de Mauá

Mais do que uma reforma, o posto de saúde foi praticamente reconstruído e bastante ampliado. A nota triste foi a cor cinza, elegante em outros cenários, mas não tem nada a ver com um ambiente que se quer atraente e bucólico.
Já a creche arrisca eternizar o carnaval com suas "cores alegres" em nossa outrora singela vilazinha.
Artista local homenageado em Encontro de Culturas Tradicionais em Goiás

Seu Jorge Brito, o último mestre natural das artes e cultura tradicionais da Mantiqueira, além de homenageado em 2014 pela UERJ, com uma exposição de suas obras, foi um dos cinco convidados (um por região do Brasil) a apresentar seus saberes no  XVI Encontro de Culturas Tradicionais, na Chapada dos Veadeiros, Goiás.  Na ocasião foi exibido o vídeo (veja um trecho) - catálogo "Jorge Brito - Soltando os Bichos", produzido em 2013 por voluntários da região, mostrando um pouco de seus talentos e poderes. Fotos de Juliana Mello, que documentou o evento. 
 Fatores de degradação
DER invade calçada em Visconde de Mauá agredindo o urbanismo e o bom gosto

Parece até que é de propóstio. As intervenções na região só fazem desfigurar o ambiente que era o atrativo para os turistas que podem escolher onde vão passar seus períodos de descanso e lazer.
Domingo na Prainha: churrasquinho e "sonorização" queimam o filme da região

Antes de facilitar o acesso à nossa região de contingentes populacionais crescentes, despreparados para conviver com a fauna e flora e o meio ambiente natural, o governo deveria ter protegido as nossas atrações turísticas dos abusos que os novos visitantes tendem sempre a cometer, espalhando lixo e poluição sonora, e provocando pequenos incêndios com suas churrasqueiras improvisadas.
A marca dominante hoje na região não é bem a que se esperava

Enquanto o Sebrae-RJ fica a promover eventos-factoides desvinculados da nossa realidade, como o frustrado Plano de Desenvolvimento Estratégico de Desenvolvimento Sustentável e a promoção de uma "marca coletiva" para uma região em risco, uma parcela crescente da juventude local se identifica mais com outros "valores".
Com o "progresso", a violência - posto do ITAÚ em Visconde de Mauá é saqueado

Na madrugada do dia ..., a região perdeu sua inocência - tornou-se notícia policial ao ter seu posto bancário roubado bem defronte ao posto local da Polícia Militar, cuja pequena guarnição fora afastada do local por um falso chamado de emergência em Maringá.
Placa errada do DER atesta descontrole do órgão e indiferença dos moradores locais
  Com essas placas do DER colocadas na RJ-151 ficamos sabendo que a estrada-parque foi criada por meio de um "decreto-lei" baixado pelo governador Sergio Cabral, muitos anos depois de esse instrumento "legal", criado no tempo da ditadura, ter sido varrido junto com o "entulho autoritário" em ... Quem dirige o DER que permite a produção e colocação de tantas placas tão cheias de erros?
Centro de Turismo e Artesanato há 5 anos é só indefinição e prejuízo

Desde que o governo estadual deu início à construção do maior complexo cultural da região, todos se perguntam quanto custaria a sua manutenção e operação, e quem iria custear essas despesas. Supostamente seria a prefeitura, mas essa recusou o presente de grego, pois teria que gastar nos três prédios do conjunto mais do que gasta na Casa da Cultura Macedo Miranda (que corresponde à secretaria de cultura municipal). Agora aventa-se a hipótese de ser o INEA o patrocinador, mas aí são os ambientalistas locais que temem que o órgão acabe gastando mais com manutenção predial do que com educação ambiental e preservação da natureza...
Lista Amigos de Mauá
Estamos reformulando a nossa Lista de modo a torná-la mais informativa e só incluir quem queira que o seu nome seja divulgado. Por isso solicitamos (a quem ainda não o fez) a gentileza de preencher este formulário para participar de nosso grupo e gozar das prerrogativas garantidas a todos os Amigos de Mauá. .

Súmulas anteriores: 001 - 002 - 003 - 004 - 005 - 006 - 007 - 008 - 009 - 010 - 011 - 012 - 013 - 014 - 015 - 016 - 017 - 018 - 019 - 020 - 021 - 022 - 023 - 024 - 025  - 026  - 027 - 028 - 029