Amigos de Mauá

 

Súmula n# 015


www.amigosdemaua.net
- 21 de setembro de 2011
Envie seu comentário sobre qualquer tema abaixo para amigosdemaua.net@gmail.com , que será publicado
Turismo Sustentável
Turismo em áreas de risco montanhosas
Publicação disponibilizada em "Desenvolvimento Sustentável Docs - turismo e meio ambiente", mantido por Domitila Bercht, apresenta uma análise das consequências das chuvas torrenciais de janeiro de 2011 na Região Serrana do Rio de Janeiro, trazendo para o centro da discussão os fatores potencializadores de tais efeitos.
Pavimentação das rodovias RJ-163 e RJ-151
 Coordenador regional do ICMBio exibiu otimismo suspeito e irresponsável
Assista ao vídeo onde Marcelo Pessanha, coordenador regiional do ICMBio, abre mão de sua responsabilidade de coibir desastres ambientais para garantir que a Seobras-RJ e o INEA jamais nos criariam problemas e que os técnicos da APA não deveriam se preocupar com os desastres que já previam
Lixo abandonado na RJ-163 compromete a fauna silvestre
Saiu no semanário resendense “Folha Fluminense” uma imagem chocante captada pelo fotógrafo Celso Sellmar : à beira da Estraga-Parque, um gavião devora o alumínio de uma “quentinha” - uma das muitas que vemos jogadas ao longo da “rodovia ecológica” de Carlos Minc. Cadê o PBA?
Ação do MPE-RJ requer a paralisação da estrada-parque para preservar a natureza
O Ministério Público Estadual RJ, nos autos da Ação Civil Pública 0009808-40.2010.8.19.0045 movida contra o INEA e o DER requereu, em 31 de agosto de 2011, a paralisação da obra visando cessar a injusta agressão ao meio ambiente e demandando a complementação do EIA-RIMA.
Seobras e equipe da UERJ disponibilizam documentos referentes à Estrada-Parque
A UERJ e a Seobras nos informam que "já se encontra (sic) a (sic) disposição na Sede da Gestão Ambiental e Social da Estrada Parque (sic) Visconde de Mauá alguns documentos relativos à obra" , mas não em formato digital, como é necessário para permitir sua análise por moradores e peritos voluntários
Tabela Pública de Informações em branco gera uma carta-aberta a Carlos Minc
Por incrível que pareça (mas não para quem conhece o ritmo da SEA e do INEA), a Tabela Pública de Informações - TPI sobre as obras em andamento na região está disponível no portal do INEA, mas totalmente em branco, dois meses e meio após sua inclusão ter sido aprovada pelo secretário Carlos Minc.
Obras na RJ-151 começam disfarçadas de "manutenção"
Apesar do compromisso n# 3 do secretário de Ambiente Carlos Minc, em reunião no dia 9 de abril p.passado , de " Definir estratégias para garantir que o asfaltamento da RJ-151 não incorra nos mesmos equívocos da obra da RJ-163", a obra da RJ-151 vem sendo tocada de modo truculento e ilegal, com sua licitação suspensa pelo TCE-RJ, objeto de ação dos MPF e MPE-RJ e ensejando danos ao ambiente, ao cenário turístico e aos direitos dos moradores e empresários da região, prenunciando o que virá por aí, entre as vilas de Visconde de Mauá e da Maromba. 
Impactos da RJ-151 evidenciam erro e má fé do IBAMA e do INEA-RJ
Por que o Ibama abriu mão de licenciar as obras em curso na região, transferindo essa responsabilidade ao INEA-RJ, apesar dos evidentes impactos no Rio Preto (domínio da União) e em Minas Gerais? Só perguntando ao Carlos Minc, pois agora a obra da RJ-151, ao longo da margem fluminense do Rio Preto já atinge violentamente a margem do Rio Preto no lado de Minas Gerais.
Licitação da obra na RJ-151 adiada sine die (sem prazo) pelo TCE-RJ
No dia 9 de setembro, o TCE-RJ decidiu adiar, sem previsão de prazo, a licitação das obras da RJ-151, por motivos que ignoramos - mas bem imaginamos. Tal medida não impediu que o DER venha promovendo enormes impactos como se vê acima.
Coordenador do PBA foi substituído após apresentação patética em Seminário
Poucos dias depois de realizar, no Seminário promovido pelo INEA em julho passado, sua constrangedora "apresentação" sobre a implantação do Plano Básico Ambiental - PBA  (que visa a compensar os impactos da pavimentação do acesso à região), o "coordenador" indicado pela UERJ foi finalmente dispensado, substituído por Paulo Roberto Castelões (terá o "seis" sido trocado por "meia dúzia"?)
Projetos
Complexo cultural em Visconde de Mauá cresce e preocupa
A cada dia aumenta a preocupação dos moradores mais conscientes com o futuro do complexo predial erguido na vila de Visconde de Mauá, que promete consumir recursos municipais tão necessários para as verdadeiras prioridades sociais da região
Assomar elege nova diretoria
No dia 4 de setembro corrente, a Associação de Moradores e Amigos de Maringá, Maromba e vales do Pavão e Cruzes elegeu seus novos dirigentes; à frente aquela liderança que esperamos tenha amadurecido e esteja apto para suas novas responsabilidades frente à comunidade e à natureza 
Caminhos da Mantiqueira – filme revela o verdadeiro valor da nossa Serra
Galileu Garcia Jr. percorreu a região filmando tesouros naturais e arquitetônicos e entrevistando as personalidades que caracterizam a Serra da Mantiqueira, hoje ameaçada pelos valores duvidosos da turisficação em massa. Seu Jorge Brito, Dna. Helena Bühler, Lino Matheus, o Coral do Visconde, Luis Felipe Cesar, Pedro Lobisomem, Pedra Selada e cachoeiras locais representam com muita honra a nossa região.
Plano de contingência da APA da Mantiqueira para eventos climáticos extremos
Nos dias 2 de agosto e 13 de setembro, a APA Federal da Serra da Mantiqueira, em parceria com a Defesa Civil estadual e municipal de Resende e de Itatiaia, promoveu reuniões para desenvolver um plano que permita à comunidade enfrentar e minimizar as consequências de chuvas e inundações cada vez mais frequentes nas regiões serranas brasileiras. Leia a minuta de um plano que nos interessa a todos.
Minicentral de compostagem em Visconde de Mauá completa o quarto aniversário
Há quatro anos, o lixo orgânico de várias famílias e restaurantes e da padaria de Visconde de Mauá vem sendo transformado em adubo em vez de ser lançado no "aterro sanitário" do município de Resende. À base de um por mês, já foram 48 compostos e algumas toneladas de resíduos orgânicos transformados em adubo, promovendo a reciclagem de nutrientes valiiosos que, de outro modo, se tranformariam em poluição lá no distrito de Bulhões.
Fatores de degradação
Condições da água preocupa moradores no Lote 10 e na vila de Visconde de Mauá
O aumento populacional, o desmatamento progressivo, o descuido com as nascentes e os períodos secos do ano cada vez mais prolongados já começam a afetar sistematicamente os moradores da porção resendense do Alto Rio Preto. A prefeitura promete uma caixa d'água maior, mas a solução a longo prazo é conter a superpopulação prevista com a facilitação do acesso e promover a recuperação dos mananciais
Bueiros quebrados já revelam qualidade das obras de saneamento na região
Depois da vila de Visconde de Mauá, agora as tampas de bueiros - tão jovens - começam a quebrar também em Maringá, RJ. Enquanto os governos estadual e municipal e as empresas Engesan e Águas das Agulhas Negras discutem quem deverá fazer os reparos, os moradores debatem de que material vagabundo essas tampas são feitas...
Desmatamento na Via Dutra ajuda a desfigurar o acesso à região
Dando prosseguimento aos esforços oficiais de expulsar a natureza e substituí-la por um “mundo construído”, feio e morto, a concessionária da Via Dutra obteve permissão do Ibama, do ICMBio e do INEA para matar e remover centenas de árvores que enriqueciam a estrada e embelezavam a viagem para a nossa região
Textos
Carta-aberta repudia "workshop" de Educação Ambiental da UERJ/Seobras e INEA
Subitamente a comunidade foi convidada para participar de um "workshop" onde nos seria apresentado o "Programa de Educação Ambiental" elaborado por essas entidades sem a participação de quem aqui lida com o assunto. Seria melhor se essas entidades aplicassem seus conhecimentos de EA para elevar a consciência socioambiental de seus próprios dirigentes...
Breve relato ao Reitor da UERJ informando-o dos factóides que aturamos
Preparamos este texto para que o Reitor Ricardo de Castro possa compreender melhor o desempenho de sua Universidade e o motivo de nossa carta-aberta acima
A gestão do lixo: a Educação Ambiental de que precisamos e a que aturamos
Há cerca de um ano temos sido palco de algumas iniciativas de EA desenvolvidas pelas equipes do INEA e da UERJ. Porém esses dois projetos oficiais, além de não dialogarem entre si, mais parecem atender às conveniências dos órgãos que os implantam do que às reais necessidades da comunidade, que deverá conviver com os impactos da facilitação do acesso. Este texto de Joaquim Moura debate a questão do lixo como se o futuro da comunidade realmente importasse.
Lista Amigos de Mauá
Estamos reformulando a nossa Lista de modo a torná-la mais informativa e só incluir quem queira que o seu nome seja divulgado. Por isso solicitamos (a quem ainda não o fez) a gentileza de preencher este formulário para participar de nosso grupo e gozar das prerrogativas garantidas a todos os Amigos de Mauá. .

Súmulas anteriores: 001 - 002 - 003 - 004 - 005 - 006 - 007 - 008 - 009 - 010 - 011 - 012 - 013 - 014

.