Amigos de Mauá

Em São Paulo, desabamentos interrompem vias Anchieta e Imigrantes

 

Antes que algum morador ou empresário mais ignorante nos acuse de "cavaleiros do Apocalipse" (como já ocorreu no grupo Reside em Visconde de Mauá, no Facebook), achando que "amigosdemaua.net" torce por um desastre na nossa "estrada-parque", esclarecemos que apenas registramos os acontecimentos e analisamos a maneira precária como se tem lidado com eles.

Quando houver - na RJ-163 ou 151 - um deslizamento atingindo veículos ou transeuntes, é preciso que as responsabilidades de cada ator fiquem facilmente evidentes, e se evite a impunidade. Nossa opinião é que os responsáveis são todos aqueles que insistiram em uma estrada tão larga e rápida, o que levou aos cortes abruptos e temerários que desestabilizaram as encostas em tempos de caos climático que os cientistas já preveem: só vai aumentar...

Também a frequência crescente de ônibus, caminhões e até carros (SUVs) pesados contribui para essa desestabilização progressiva, deslizamentos crescentes, e voçorocas horrosas e irreversíveis.

Acidentes fatais podem ser totalmente "fatalidades fortuitas", mas muitas vezes foram viabilizados por uma série de erros técnicos e conceituais - entrelaçados com interferências e irresponsabilidades típicas de nossa cultura.


FOLHA DE SÃO PAULO - 23/02/2013 - 07h41
Imigrantes continua bloqueada; Anchieta tem 16 km de lentidão
DE SÃO PAULO

A rodovia dos Imigrantes ainda estava com a pista sentido São Paulo totalmente bloqueada por volta das 7h30 deste sábado em decorrência do deslizamento de terra que atingiu 24 veículos e matou uma mulher na noite de ontem, no km 52, na região de serra.

Motoristas dormem em carros e prejudicam o tráfego na Anchieta
Deslizamento mata mulher e atinge 24 veículos na Imigrantes

Segundo a Ecovias, concessionária responsável pela estrada, os veículos já foram retirados do local, mas a via ainda passava por limpeza e não havia previsão de liberação. No sentido litoral, no entanto, o tráfego era normal pela Imigrantes por volta das 7h30.

Já na Anchieta, o motorista encontrava 16 km de congestionamento no sentido litoral, desde o km 31 até o km 47. Os veículos que descem pela Anchieta são obrigados continuar na rodovia até a Baixada Santista. Na interligação planalto havia mais 7 km de filas da rodovia dos Imigrantes para a Anchieta.

A concessionária apontava problema também Cônego Domênico Rangoni, com lentidão entre o km 249 e o km 262 no sentido São Paulo, e entre o km 266 ao 262 no sentido Guarujá. Já na Padre Manoel da Nóbrega, uma queda de barreira no km 271 no sentido Praia Grande interdita totalmente a via.

A Ecovias informou que as barreiras podem ter caído por causa da forte chuva que atingiu a região --segundo a concessionária, "em duas horas choveu de 100 a 150 milímetros no fim da tarde. A média para o mês é de 25 a 30 milímetros de chuva por dia." Cada mm equivale a 1 litro d'água por metro quadrado.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1235676-imigrantes-continua-bloqueada-anchieta-tem-16-km-de-lentidao.shtml