Amigos de Mauá

Enfim surge novo personagem para ajudar no esclarecimento sobre o PEPS

 

 

Vila de Maringá, 28 de janeiro de 2013

Texto de Marcelo Brito                       

 

Já se passou pouco mais de um ano desde o anúncio de criação PEPS (Parque Estadual da Pedra Selada), e é com um mixto de sensações de prazer e felicidade, que finalmente observo um gesto de aproximação, conciliação e esclarecimento, vindo de uma das partes envolvidas nessa questão

Apesar das inegáveis vantagens que a criação de um Parque Estadual na região trará para a imensa maioria dos moradores e dos empresários do segmento turístico, as primeiras notícias ligadas ao novo Parque Estadual da Pedra Selada - PEPS foram recebidas com desconfiança e apreensão por muitos de nós.

Um pequeno grupo de moradores, associados da ASSOMAR, tirando proveito do item XI, paragráfo primeiro, artigo 4o do estatuto da associação que específica como um dos objetivos da associação: "buscar a promoção de seminários, debates, palestras, cursos, encontros e outras iniciativas no sentido de formular e sistemas propostas que atendam às necessidades da população abrangida pela Associação de Moradores."; procurou promover uma palestra em maio de 2012, com o intuíto de esclarecer a comunidade. Essa tentativa foi sabotada por agentes externos (com seus próprios interesses em manter a questão obscura e na propagação de falsos comentários e boatos), e por próprios membros da direção da associação, que tinha por obrigação auxiliar no esclarecimento de seus associados, mas cedeu a esses falsos interesses. (vide texto publicado em agosto de 2012)

O assunto foi inescrupulosamente explorado, por interesses pessoais durante o ano eleitoreiro, aumentando desnecessariamente a angústia de muitos. 

Quem diria que no final das contas, o INEA, um órgão estadual criticado por muitos aqui da região, através da pessoa do geólogo Rodrigo Rodrigues, gestor dessa unidade de conservação, começou o trabalho de divulgação de um conjunto de perguntas e respostas que esclarecem alguns pontos preocupantes da questão, e inicia o trabalho de esclareceimento de toda a desinfornação, que aumentava desnecessariamente a resistência do novo parque por parte de alguns moradores da região.